quinta-feira, 13 de março de 2014

Onde está você?

Não te conheço, mas sinto sua falta. 
Porque agora?
Serão os anos que já se vão?
Ou a esperança que já se foi?

Tudo me lembra de você,
mas se eu nunca te conheci,
como tenho tais lembranças?

Não sei onde você está,
espero que não tenha desistido.
Eu não desisti,
apenas estou um pouco cansada...
Talvez muito cansada.

Confie no seu coração.
Só ele tem o mapa que te trará aqui.
Nenhuma maldição poderá nos separar.

Vamos quebrá-la,
com o amor
que há em nós. 

- Helaina Carvalho

sábado, 8 de março de 2014

Artificial

Hoje se comemora o Dia Internacional da Mulher, mas ao invés de escrever um poema ou uma mensagem bonitinha, optei por um pequeno conto. Não sei se o classifico como terror, suspense ou algo semelhante. Tudo o que sei é que para algumas pessoas mais sensíveis talvez essa história inspire pesadelos, já para outras talvez pareça tragicômica. O gênero desse conto vai ter que ficar por conta de você, leitor. Eu apenas a escrevi. Espero que agrade à todos. Homens e mulheres.

Observação: Durante a história, eu menciono uma música tema de um filme. Ela se chama "Theme from Summer Place". Quem não a conhece pode ouvir por esse vídeo no Youtube (clique aqui para ouvir) e se preferir até deixá-la tocando enquanto lê a história. Essa música me inspirou bastante enquanto eu escrevia. 

Sem mais demora, vamos à história!


Artificial

Marcos acorda e se apressa para tomar banho. Precisa sair logo, pois tem uma missão a cumprir no dia. Ele deve comprar presentes para sua mãe e irmã pelo Dia Internacional da Mulher. O rapaz tem dinheiro para dois bons presentes, mas não está muito a fim de comprá-los porque a máquina de lavar roupas da casa já está velha e ele sabe que pelo menos metade do dinheiro para a compra do utensílio acabará saindo de seu bolso. Mesmo tendo um bom salário, não gosta de gastar seu dinheiro com os outros.

O rapaz sai do banho e veste uma calça de brim marrom com um cinto, e uma de suas camisas xadrez. A escolhida do dia é de fundo branco com listras azul-marinho e vermelhas se cruzando. Nos pés um tênis branco. Na cozinha encontra o café preparado por sua irmã antes de sair para o trabalho. Ele come e bebe com gosto e parte em sua missão.

Na porta do apartamento encontra um folder com propagandas jogado perto do batente da porta. Ele pega o papel, mas não há preços, apenas fotos de utensílios domésticos de design e cores que nunca tinha visto. Alguns inclusive com estampas florais. Mesmo sem saber os preços, resolve ir à loja, afinal, um eletrodoméstico tão moderno e diferente certamente serve como presente.

sexta-feira, 7 de março de 2014

Universo Invisível no Bloglovin!

Espero em breve trazer novas postagens para vocês!
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...