quinta-feira, 20 de outubro de 2011

Aparência

Que péssimo”, ela praguejava em seus pensamentos. “Bem hoje eu tinha que ficar sem internet e acabar nesse infocentro”. Mariana achava ruim usar o infocentro comunitário porque as pessoas que frequentavam o lugar pareciam desconhecer completamente o significado da palavra comunitário e deixavam os computadores em péssimo estado de conservação.

As 20 máquinas estavam ocupadas e ela teve que esperar ao lado da porta da sala. Os computadores estavam dispostos sobre mesas longas. Quatro sobre cada mesa com cadeiras de plástico dispostas de frente a eles. Nas paredes da sala, cartazes com normas de uso, haviam sido colados, mas eram amplamente ignorados. Ela teve certeza disso quando um dos computadores finalmente foi desocupado. O garoto que o estava usando. Havia praticamente um ninho feito de papel de bala em volta do teclado. Mariana suspirou ao se sentar de frente à máquina e começou a juntar os papeizinhos os jogando na lixeira antes de começar a usar o computador.

Uma menina na máquina ao lado dela, que usava fones de ouvido com uma música alta tocando, sorriu em meio a um deboche enquanto estourava uma bolha de chiclete em frente ao rosto e colocava a goma de volta dentro da boca para continuar mastigando.

Antes de começar sua busca, Mariana checou seus e-mails. Depois passou a checar seu perfil em diversas redes sociais onde ela mantinha contas sempre atualizadas. Ela se distraiu e não percebeu a hora passando. Mariana distanciou seus olhos por um instante do monitor e se assustou ao perceber quanto tempo havia gasto e ainda nem tinha começado a pesquisa que havia ido fazer. A tarde havia se tornado noite, e os frequentadores do infocentro começaram a mudar.

Ela começou a ficar com medo. Ao seu lado não estava mais a menina mastigadora de chiclete, mas sim um homem cujo rosto ela não conseguia ver por causa do imenso capuz que compunha o seu agasalho que ele usava, mesmo com o calor que fazia.

Na fileira de computadores logo à sua frente, um homem alto de cabelos brancos despenteados, acessava uma página cheia de fotos de animais sendo torturados.

Mariana, definitivamente estava ficando assustada. Ela estava pensando em ir embora dali correndo. A gota d’água que a ajudou a tomar essa decisão foi a mulher ao seu lado olhando um site com fotos de rapazes seminus ou completamente despidos que pareciam ter metade da idade dela.

Ela sentiu um arrepio na espinha. Finalmente desistiu de fazer a pesquisa que havia ido fazer. Pegou suas coisas e foi embora.

......

Meia hora mais tarde, o homem que estava de casaco com capuz, pegou seus livros e foi para a aula. Mesmo com a febre causada pela gripe que o havia acometido, ele não perdia um só dia de aula. Era a sua chance de conseguir finalmente passar no vestibular.


O homem alto de cabelos brancos enviava e-mails freneticamente a todos os seus amigos e divulgava nas redes sociais informações sobre uma famosa grife de roupas que estava usando peles de animais em suas confecções.


A mulher continuava com os olhos no site que hospedava as fotos de rapazes nus. Ela havia recebido uma informação de que seu filho, que havia sido sequestrado há vários anos, estava sendo obrigado a se prostituir em outro país em troca de moradia e alimento. A polícia já tinha desistido de procurá-lo, mas ela nunca desistira.


Mariana chegou a sua casa. Não havia conseguido fazer a pesquisa que queria. Ela teria que descobrir sozinha, a melhor maneira para se livrar do cadáver de seu namorado.


 ...



"Essa é uma obra de ficção. Qualquer semelhança com a realidade é mera aparência."

11 comentários:

  1. Muuiiitooo boomm! Adorei!
    Vc devia ter mandado um desses para a Revista!
    ;**

    ResponderExcluir
  2. Obrigada!! ^^

    Eu pensei nisso mesmo... mas sabe como eu sou né?! Não cosigo segurar um texto... rsrs... e pra mandar pra lá tem que ser inédito né?!
    Mas pode deixar!! Não esquieci da revista não! Vou aproveitar essa fase criativa e ver se escrevo outro texto tipo esse e seguro ele!! XD

    Beijusss;

    ResponderExcluir
  3. Uaaaaau! Muito bom o desfecho. Adorei.
    Grande beijão.
    espero falar contigo depois.

    ResponderExcluir
  4. Noooossa. Sem comentários, pq ficou muito bom mesmo. Não te falo q fiquei surpresa pq sei da sua capacidade de escrever, mas essa ta d+. Curta e surpreendente.
    Bjos;

    ResponderExcluir
  5. Muito!! Muito!! Muito obrigado!!
    Que bom que vocês gostaram!!

    Continuem passando por aqui!!
    Em breve estórias que a muito estavam sumidas, vão voltar!! Aguardem!!

    Bwijussss;
    ;)

    ResponderExcluir
  6. Ai meu Deus, que máximo!
    Muito bom, muito bom mesmo, muito bom de verdade. kkk'
    Foi o primeiro conto seu que eu li, mas, com certeza não será o último.
    Parabéns!
    Mariana sua má kkk'

    Juliana . Oliveira
    http://julyoli.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  7. Oi querida, to adorando os contos.... vc ja escreveu um livro? hehehe
    To adorando o do harry potter tb... bem criativo!!
    Parabens!!!

    http://dailyofbooks.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  8. Oi, conheci o seu blog lá no DicasLivros, no Face e A D O R E I ! Virei seguidora! Muito lindo o seu dom de transportar as pessoas para esses diversos mundos!
    beijos!

    ♦ http://pacientesensinam.blogspot.com/ ♦

    ResponderExcluir
  9. Oi! ^^

    Obrigada pelos comentários!! Fiquei lisongeada com a visita!

    Bom, Mila. Eu tenho esse plano, mas quando começo a escrever uma estória deixo ela determinar até onde ela quer ser escrita. Tenho uma querendo virar um livro.... mas não sei vai acontecer! ^^

    Beijussss;

    ResponderExcluir
  10. Hahaha. Gostei, história bem criativa e sem diálogos, o que é ótimo... rs
    Bjos

    P.S.: Agora quero ler um escrito no presente do indicativo... kkkk

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fico feliz que tenha gostado!
      Não é sempre que escrevo estórias assim, mas como falei gosto de desafios. Só que tem que ser um dia em que eu não esteja com preguiça, senão não sai nada...

      Beijusss;

      P.S.: Vou escrever! :)

      Excluir

Agradeço muito a sua visita!
Deixe um comentário!

- Atenção:
Ao comentar você concorda com as políticas de comentários do blog. Caso tenha dúvidas sobre como comentar, ou queira saber quais são essa políticas, acesse: Políticas de Comentários.

Obs: Os comentários dos leitores não refletem a opinião do blog.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...